quarta-feira, 23 de julho de 2008

Oração de um professor

Ajudai Senhor, este espírito irrequieto, a ter a paciencia necessária para suportar estas inertes horas de vigilância, em que o tempo não pára antes parece que se ausenta, deixando-nos órfãos neste limbo, que não é nem o vácuo nem a eternidade.

1 comentário:

RESSACA ® disse...

Pedindo antecipadas desculpas pela “invasão” e alguma usurpação de espaço, gostaríamos de deixar o convite para uma visita a este Espaço que irá agitar as águas da Passividade Portuguesa...